Acervo https://revista.an.gov.br/index.php/revistaacervo <p><strong>CONHEÇA A REVISTA ACERVO</strong></p> <p><em>Acervo </em>é a revista do Arquivo Nacional, publicada desde 1986. Seus números são quadrimestrais, e, desde maio de 2021, foi adotado o formato de publicação contínua. A revista tem por objetivo divulgar estudos e fontes nas áreas de ciências humanas e sociais aplicadas, especialmente história e arquivologia.&nbsp;É composta pelas seções Entrevista, Dossiê Temático, Artigos Livres, Documento e Resenha. <a href="/index.php/revistaacervo/about">Saiba mais</a></p> <p>&nbsp;</p> <p><strong>CHAMADAS ABERTAS</strong></p> <p><strong>&nbsp;</strong></p> <p><a href="/index.php/revistaacervo/announcement/view/39"><strong>Diálogos desviantes no arquivo: das experimentações artísticas à educação das sensibilidades</strong></a></p> <p>A Revista Acervo abre chamada de artigos e ensaios inéditos para o dossiê <em>Diálogos desviantes no arquivo: das experimentações artísticas à educação das sensibilidades</em>. Essa edição é organizada por Adriana Carvalho Koyama, doutora em Educação pela UNICAMP, docente e pesquisadora colaboradora da Faculdade de Educação /UNICAMP e por Ana Pato, doutora pela FAU/USP, curadora independente, pesquisadora e professora.&nbsp;O prazo para submissão é até o dia 31 de dezembro de 2018.&nbsp;<a href="/index.php/revistaacervo/announcement/view/39">Saiba mais</a></p> <p>&nbsp;</p> <p><a href="/index.php/revistaacervo/announcement/view/40" target="_blank" rel="noopener"><strong>Memória e legado das resistências negras</strong></a></p> <p>A&nbsp;edição é organizada pelos historiadores Carlos Alberto Ivanir dos Santos, do Arquivo Nacional, e Álvaro Pereira do Nascimento, da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.&nbsp;O prazo para submissão de artigos é até o dia 30 de abril de 2019.&nbsp;<a href="/index.php/revistaacervo/announcement/view/40" target="_blank" rel="noopener">Saiba mais</a></p> <p>&nbsp;</p> <table border="0" width="1071" cellspacing="0" cellpadding="0"> <tbody> <tr> <td valign="top" width="190"><a href="/index.php/revistaacervo/issue/view/55" target="_blank" rel="noopener"><img src="/public/site/images/flobosco/capa_final_moda_sitepp1.jpg" alt=""></a></td> <td valign="top" width="189"><a href="/index.php/revistaacervo/issue/view/54" target="_blank" rel="noopener"><img src="/public/site/images/victortavares/capa_final_diversiades.jpg" alt="" width="132" height="179"></a></td> <td valign="top" width="174"><a href="/index.php/revistaacervo/issue/view/53" target="_blank" rel="noopener"><img src="/public/site/images/smourao/capa_finalresolucaosite.jpg" alt="" width="135" height="183"></a></td> </tr> <tr> <td valign="top" width="187"> <p>&nbsp;</p> <p><strong>Moda e indumentária: entre imagens e artefatos</strong></p> <p>v. 31, n. 2 (2018)</p> </td> <td valign="top" width="189"> <p><strong>&nbsp;</strong></p> <p><strong>Diversidade e(m) arquivos</strong></p> <p>v. 31, n. 1 (2018)&nbsp;</p> </td> <td valign="top" width="174"> <p><strong>&nbsp;</strong></p> <p><strong>Estado Novo, 80 anos: arquivos e histórias</strong></p> <p>v. 30, n. 2 (2017)</p> </td> </tr> </tbody> </table> <p>&nbsp;</p> <p><strong>&nbsp;</strong></p> <p>&nbsp;</p> <p class="Default">&nbsp;</p> <p class="Default"><a href="https://www.facebook.com/revistaacervo/" target="_self"><img src="/public/site/images/julianaoliveira/índice2.png" alt=""></a></p> <p class="Default">&nbsp;<a href="https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/" target="_blank" rel="noopener"><img src="http://i.creativecommons.org/l/by-nc-nd/4.0/88x31.png" alt="Licença Creative Commons"></a></p> <p class="Default"><strong>A Revista Acervo consta nos seguintes repositórios e sítios acadêmicos</strong></p> <p><a title="Latindex" href="http://www.latindex.org" target="_blank" rel="noopener"><img style="margin-right: 10px;" src="/public/site/images/julianaoliveira/logo_latindex1.jpg" alt="Latindex" width="150"></a> <a title="Google Scholar" href="https://scholar.google.com.br/" target="_blank" rel="noopener"><img style="margin-right: 10px;" src="/public/site/images/julianaoliveira/Google_Scholar_logo_20152.PNG" alt="" width="120"></a> <a href="http://ibict.br/" target="_blank" rel="noopener"><img style="margin-right: 10px;" src="/public/site/images/julianaoliveira/seer_ibict.jpg" alt=""></a> <img style="margin-right: 10px;" src="/public/site/images/julianaoliveira/oaji2.jpg" alt="" width="180"> <a href="https://www.redib.org/" target="_blank" rel="noopener"><img src="/public/site/images/victortavares/redbib_v1.jpg" alt="" width="271"></a></p> <p><a title="CLASE" href="http://clase.unam.mx" target="_blank" rel="noopener"><img style="margin-right: 10px;" src="/public/site/images/julianaoliveira/doaj31.jpg" alt="" width="200"><img style="margin-right: 10px;" src="/public/site/images/victortavares/CLASE-1.png" alt="" width="200">&nbsp; </a> <a href="http://flacso.org.ar/latinrev/" target="_blank" rel="noopener"><img style="margin-right: 10px;" src="/public/site/images/julianaoliveira/LatinRev3.jpg" alt="" width="100"></a> <a href="http://diadorim.ibict.br/handle/1/1841" target="_blank" rel="noopener"><img style="margin-right: 10px;" src="/public/site/images/julianaoliveira/diadorim.jpg" alt="" width="110"></a></p> Arquivo Nacional pt-BR Acervo 0102-700X <p><br>Ao submeter o artigo, automaticamente o autor declara ser inédito e autoriza o Arquivo Nacional a publicá-lo na revista <em>Acervo</em>, sob a licença <a href="https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt" target="_blank" rel="noopener">CC-BY</a>, e a divulgá-lo nos meios que considerar convenientes com a diretriz de livre acesso ao público. Se não for publicado no prazo de um ano a partir da data de submissão, o autor poderá livremente dar outros usos ao artigo.</p> <p>É permitido o autoarquivamento dos artigos em repositórios institucionais, temáticos ou páginas pessoais a partir de sua publicação na revista, em sua versão final.</p> Páginas iniciais https://revista.an.gov.br/index.php/revistaacervo/article/view/1855 Flora Lobosco Copyright (c) 2022 Arquivo Nacional https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 2022-04-05 2022-04-05 35 2 Entrevista com David Giaretta https://revista.an.gov.br/index.php/revistaacervo/article/view/1854 <p class="apresentacao"><strong><span class="nome_entrevistado">David Giaretta</span></strong>&nbsp;trabalha com preservação digital desde 1990 e conduziu vários desenvolvimentos importantes dessa área.</p> <p class="apresentacao">Ele presidiu o painel que produziu o modelo referencial OAIS (ISO 14721), a norma&nbsp;<span class="italico">de facto</span>&nbsp;para a construção de arquivos digitais, assim como fez contribuições fundamentais para o modelo. Orientou a atualização de 2012 do OAIS e está conduzindo a atualização atual.</p> <p class="apresentacao">Giaretta lidera o grupo que produziu a norma ISO 16363, para auditoria e certificação de repositórios digitais confiáveis, e a ISO 16919, as quais são fundamentais para a definição do processo de certificação. Os detalhes estão disponíveis no site PTAB – Primary Trustworthy Digital Repository Authorisation Body Ltd. (<a href="http://www.iso16363.org" target="_blank" rel="noopener">www.iso16363.org</a>).</p> <p class="apresentacao">Além disso, conduziu vários grandes projetos de preservação digital, representando um investimento da União Europeia e de mais de cinquenta organizações parceiras de várias dezenas de milhões de euros. Entre esses projetos, estão: Caspar, PARSE.Insight, Aparsen e Scidip-es, construídos sobre sua experiência de trabalho e liderança de grandes repositórios digitais de dados e sistemas de software.</p> <p class="apresentacao">Envolvido com a Aliança para o Acesso Permanente (APA) desde sua gênese até o seu estabelecimento, David Giaretta se tornou diretor da APA em julho de 2010.</p> <p class="apresentacao">Nesta entrevista, nós o convidamos para falar sobre suas percepções sobre a preservação digital em arquivos, o modelo OAIS, as propriedades significativas (PSs) e as perspectivas para a organização do conhecimento em arquivos.</p> Daniel Flores Copyright (c) 2022 Arquivo Nacional https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 2022-05-18 2022-05-18 35 2 1 10 A organização do conhecimento arquivístico: a emergência de uma comunidade discursiva brasileira https://revista.an.gov.br/index.php/revistaacervo/article/view/1794 <p class="abertura_artigo_resumo_texto_PORTUGUES">O artigo analisa a formação da comunidade discursiva brasileira enquanto uma elite de pesquisa na organização do conhecimento arquivístico. Discute a relação entre a arquivologia e a organização do conhecimento a partir da análise das temáticas arquivísticas presentes nos eventos da International Society for Knowledge Organization, reconhecendo o papel precursor de uma comunidade discursiva brasileira para o estabelecimento e reconhecimento da arquivologia enquanto parte dos estudos da organização do conhecimento.</p> <p class="abertura_artigo_palavra_chave_PORTUGUES"><em><span class="Palavras-chave-">Palavras-chave:</span><span class="italico">&nbsp;organização do conhecimento arquivístico; comunidades discursivas; International Society for Knowledge Organization.</span></em></p> Amanda Marissa Soares da Silva Natália Tognoli Copyright (c) 2022 Arquivo Nacional https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 2022-04-05 2022-04-05 35 2 1 17 A classificação funcional de documentos de arquivo é uma abstração intelectual ou um instrumento prático? https://revista.an.gov.br/index.php/revistaacervo/article/view/1809 <p class="abertura_artigo_resumo_texto_PORTUGUES">A abordagem funcional para instrumentos de classificação é uma ideia que tem mais de oitenta anos. O objetivo deste artigo é analisar os principais problemas no uso da abordagem funcional da classificação de documentos de arquivo. A pesquisa é de natureza aplicada e qualitativa no que tange à abordagem do problema, e envolve a metodologia para o uso da abordagem funcional, as experiências realmente funcionais, as questões conceituais e as dificuldades dos usuários.</p> <p class="abertura_artigo_palavra_chave_PORTUGUES"><em><span class="Palavras-chave-">Palavras-chave:</span><span class="italico">&nbsp;classificação de documentos; plano de classificação de documentos; classificação funcional; análise funcional.</span></em></p> Renato Tarciso Barbosa de Sousa Copyright (c) 2022 Arquivo Nacional https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 2022-04-05 2022-04-05 35 2 1 21 Organização do conhecimento e arquivística: relações e prismas teóricos https://revista.an.gov.br/index.php/revistaacervo/article/view/1811 <p class="abertura_artigo_resumo_texto_PORTUGUES">Este é um estudo de natureza qualitativa, apoiado na pesquisa documental, acerca das percepções e dos significados dos principais pesquisadores no âmbito da organização do conhecimento, que apresentam reflexão da relação entre esta e a arquivística, nos últimos cinco anos. Retratam-se reflexões acerca da organização do conhecimento e da arquivística, e das questões sobre a proveniência e a classificação. Percebe-se que essa relação está ainda à procura de encontrar os seus percursos e soluções, refletindo elementos interdisciplinares.</p> <p class="abertura_artigo_palavra_chave_PORTUGUES"><em><span class="Palavras-chave-">Palavras-chave:</span><span class="italico">&nbsp;arquivos; organização do conhecimento; i</span><span class="italico">ndexação; classificação.</span></em></p> Carlos Guardado da Silva Luís Corujo Copyright (c) 2022 Arquivo Nacional https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 2022-04-05 2022-04-05 35 2 1 23 Sistemas de organização do conhecimento no contexto da arquivologia: aportes metodológicos para seu desenvolvimento https://revista.an.gov.br/index.php/revistaacervo/article/view/1812 <p class="abertura_artigo_resumo_texto_PORTUGUES">Busca-se neste artigo refletir sobre os caminhos de construção de sistemas de organização do conhecimento no contexto da arquivologia, pensando essa relação como espaço de instrumentação e experimentação. Trabalha-se com taxonomias, tesauros e ontologias, e conclui-se que analisar as convergências entre os campos da organização do conhecimento e da arquivologia apresenta-se como terreno fértil para aprimorar a construção de instrumentos de representação e automatizar parcialmente os processos de acesso e uso.</p> <p class="abertura_artigo_palavra_chave_PORTUGUES"><em><span class="Palavras-chave-">Palavras-chave:</span><span class="italico">&nbsp;sistemas de organização do conhecimento; arquivologia; tesauros; taxonomias; ontologias.</span></em></p> Thiago Henrique Bragato Barros Carine Melo Cogo Bastos Adriana Carla Ribeiro dos Santos Copyright (c) 2022 Arquivo Nacional https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 2022-05-02 2022-05-02 35 2 1 20 Dos rastros materiais da informação à normalização e diretrizes arquivísticas: a aventura prática e intelectual da produção, organização e acesso aos arquivos https://revista.an.gov.br/index.php/revistaacervo/article/view/1813 <p class="abertura_artigo_resumo_texto_PORTUGUES">Breve histórico das práticas arquivísticas, de modo a demonstrar a necessidade de registro e de organização das informações arquivísticas desde muito cedo. Discute como, ao longo do século XX, há uma busca de aperfeiçoamento dessas práticas, de elaboração de sistemas de representação e instrumentos de pesquisa, e de normalização terminológica, com destaque para o papel do Conselho Internacional de Arquivos, para consolidar o conhecimento arquivístico e torná-lo compreensível, acessível e compartilhado.</p> <p class="abertura_artigo_palavra_chave_PORTUGUES"><em><span class="Palavras-chave-">Palavras-chaves:</span><span class="Palavras-chave-">&nbsp;</span><span class="italico">organização da informação; normalização arquivística; instrumentos de pesquisa; Conselho Internacional de Arquivos.</span></em></p> Georgete Medleg Rodrigues Copyright (c) 2022 Arquivo Nacional https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 2022-05-10 2022-05-10 35 2 1 17 Princípios e instrumentos da organização do conhecimento no contexto arquivístico https://revista.an.gov.br/index.php/revistaacervo/article/view/1808 <p class="abertura_artigo_resumo_texto_PORTUGUES">O artigo visa refletir sobre como os estudos arquivísticos dialogam com os conceitos da organização do conhecimento e quais são os princípios conceituais e metodológicos mais estudados no âmbito da arquivística atualmente, além de como esse referencial teórico-metodológico vem sendo aplicado. A análise de artigos e a representação pelas nove classes do CSKOL propiciaram uma percepção sobre como as teorias e dispositivos práticos da organização do conhecimento entraram em foco nos estudos arquivísticos.</p> <p class="abertura_artigo_palavra_chave_PORTUGUES"><em><span class="Palavras-chave-">Palavras-chave:</span><span class="Palavras-chave-">&nbsp;</span><span class="italico">organização do conhecimento; arquivologia; CSKOL; mapeamento temático.</span></em></p> Tatiana de Almeida Rosana Portugal Tavares de Moraes Copyright (c) 2022 Arquivo Nacional https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 2022-05-16 2022-05-16 35 2 1 19